Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

setembro 05, 2013

O MELHOR ESPETÁCULO DO MUNDO - PARTE 5



 
Em 1969 Elvis regressou aos palcos no International Hotel de Las Vegas. Elvis brincou com o seu estatuto de celebridade nas duas páginas de abertura da publicidade feita ao evento. Letras grandes em preto declaravam, “Sammy Shore, The Imperials, The Sweet Inspirations, maestro – Bobby Morris.” Depois seguia-se uma lista de todos os músicos de Elvis. E numa letrinha muito pequenina, mesmo no fundo da publicidade, vinha uma frase, “P.S. Também participo no espetáculo!… Elvis.”


Elvis não se limitou a apresentar um número nostálgico, uma rendição rápida das suas canções êxito. Criou um espetáculo digno do negócio de Las Vegas. Ensaiou tudo: as alturas em que certas luzes deviam aparecer, o acompanhamento da orquestra, os apoios vocais. O seu espetáculo foi fenomenal. Antes do início de cada atuação, mesmo antes dos primeiros acordes de música se ouvirem, o ar vibrava de excitação. O público conseguia, de certa forma, sentir quando Elvis chegava aos bastidores. Podia-se sentir a antecipação deles. Ele vestia-se com jumpsuits teatrais extravagantes e cantava quase sempre durante duas horas, misturando a energia do rock com as baladas. Enquanto cantava as suas canções de amor, ia ter com as suas fãs. Elas corriam na sua direção, em busca de um lenço, de um toque, ou de um beijo. Elvis amava a espontaneidade e o dar-e-receber entre um artista e o seu público
You might also like/Poderá gostar também de:

O MELHOR ESPETÁCULO DO MUNDO 1

O MELHOR ESPETÁCULO DO MUNDO 2  


O MELHOR ESPETÁCULO DO MUNDO 3


O MELHOR ESPETÁCULO DO MUNDO 4
Livro The Best of Elvis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

back to top