Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

agosto 14, 2013

O MELHOR ESPETÁCULO DO MUNDO - Parte 2



                                      25/02/1961, Ellis Auditorium, Memphis.

O concerto seguinte de Elvis foi também uma homenagem aos mortos americanos na guerra. No dia 25 de março, Elvis apareceu em Honolulu, no Hawaii. Alguns meses antes, os jornais tinham publicado uma história sobre os esforços da Comissão do Memorial da Guerra do Pacífico em construir um memorial dedicado ao navio afundado USS Arizona. Durante o ataque feito a Pearl Harbor, em 7 de dezembro de 1941, o navio foi afundado com mais de 1.000 elementos a bordo. A Comissão do Memorial tinha trabalhado já durante 16 anos para angariar o dinheiro necessário para a homenagem a esta trágica perda de vidas. Em 1960 ficaram no meio caminho de atingir o seu objetivo. Mais um quarto de milhão de dólares era necessário, mas os donativos tinham parado de chegar.


Numa tentativa desesperada de reavivar a angariação de fundos, a Comissão do Memorial pediu ajuda ao jornal The Honolulu Advertiser. George Chaplin, o editor do jornal, escreveu para 15.000 jornais do continente, pedindo-lhes para escrever editoriais que referissem o assunto em 7 de dezembro de 1960. A sua carta dizia numa parte, “os restos mortais dos homens ainda estão sepultados num monte de sucata enferrujada, o que constitui uma vergonha para a nação.” Terminava com um apelo feito às contribuições.

A resposta não foi nada encorajadora: só conseguiram juntar mais uns poucos de milhares de dólares ao fundo. O Coronel Parker leu o editorial num jornal de Los Angeles. Telefonou a Chaplin e disse-lhe que Elvis estava marcado para começar a trabalhar no filme Blue Hawaii em março. Depois ofereceu-se para doar um concerto de Elvis Presley se todos os lucros revertessem para o projeto.
Uma multidão de 3.000 pessoas estava concentrada no aeroporto de Honolulu para dar as boas vindas a Elvis. Quando o avião aterrou, os gritos de “Elvis” encheram o ar. Honolulu e a polícia militar mal conseguiram controlar as fãs por detrás da grade de aço. Outras celebridades, incluindo Minnie Pearl e Jimmy Stewart, tinham saído do avião com Elvis, mas ninguém pareceu reparar neles.

As pessoas alinharam-se ao longo das ruas, enquanto o grupo saía do aeroporto. No Hawaiian Village Hotel a polícia não estava preparada para a confusão que se seguiu. Centenas de mulheres irromperam pela barreira policial, tentando chegar perto de Elvis. Minnie Pearl recorda que nunca tinha visto nada assim antes e que se sentiu aterrorizada. Ingenuamente, Elvis não achava que os seus fãs o pudessem magoar. E nunca o magoariam, pelo menos, não intencionalmente. Mas mesmo assim, o perigo era muito real; a multidão excitada teria feito o impossível para poder tocar Elvis ou levar para casa uma recordação da sua roupa.

Link relacionado:

O MELHOR ESPETÁCULO DO MUNDO 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

back to top