Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

janeiro 12, 2012

Relembre algumas curiosidades sobre o rei do rock




 
Se estivesse vivo, Elvis Aaron Presley, o Rei do Rock, teria completado 77 anos no último domingo (8). O ano é especial para o cantor, falecido há 35 anos. O público brasileiro, principalmente os fãs de Elvis, será presenteado em dose dupla com uma exposição e um filme sobre o astro.
 
A cinebiografia chamada Name & Fortune será dirigida por John Scheinfeld – responsável por bons documentários, como EUA x John Lennon (2006) – e foi baseada na biografia Still Taking Care of Business, de 2007, escrita pelo amigo pessoal de Elvis, Sonny West. Ele trabalhou como segurança de Elvis por 17 anos.
 
Já a exposição, com início marcado para 18 de setembro, trará cerca de 500 itens pessoais do cantor, inclusive uma coleção de itens raros, como carros, roupas, entre outros.
 
O evento conta também com um show ao vivo, no dia 2 de outubro: o “Elvis in Concert”, apresentado pela banda que esteve ao lado do cantor em sua carreira.
 
 
 Nascido em Tupelo, no Estado americano do Mississipi, Elvis morreu em 16 de agosto de 1977.
 
Confira algumas curiosidades sobre o cantor, também conhecido como o rei do rock in roll:
 
A primeira música

Você se lembra qual foi a primeira música gravada profissionalmente por Elvis? A resposta seria “That`s All Right, Mama”.
 
A canção foi gravada em 5 de julho de 1954 e lançada dias depois, em um compacto que trazia “Blue Moon of Kentucky” no lado b. A revista americana Rolling Stone considera a música como a primeira gravação de rock’n’roll, embora outros hits como “Rock Around The Clock”, de Bill Haley, e “The Fat Man”, de Fats Domino, também já tenham recebido esse “título”.
 
Show ao vivo para todo o mundo

Para quem acha que transmissão em larga escala é coisa dos dias de hoje, em 10 de janeiro de 1973, dois dias depois de seu aniversário, Elvis fez um show que foi transmitido via satélite para todo o mundo, o Aloha from Hawaii, direto da Honolulu Center Arena.
 
O objetivo era arrecadar fundos (e arrecadou aproximadamente US$ 75.000) para uma fundação contra o câncer. Só para se ter uma ideia da repercussão, a transmissão americana teve 51% de audiência, mais que o número de telespectadores da primeira viagem à Lua. O show foi visto em 40 países por pelo menos 1 bilhão de pessoas.
 
Fã ilustre

O baterista do U2, Larry Mullen Jr., é um fã fervoroso de Elvis. No DVD Rattle and Hum, do disco homônimo da banda, ele aparece visitando a casa do Rei do Rock, em Graceland.
 
A visita foi feita durante os meses de gravação do disco, o terceiro do quarteto, em 1988. Na ocasião, ele foi liberado para fazer o que poucos podem: sentar na Harley Davidson de Elvis.
 
Inspirada pelo Rei, a banda acabou indo gravar “Angel of Harlem”, uma das faixas do disco, no estúdio Sun Studio, em Memphis, onde Elvis gravou pela primeira vez.
 
Brasil

O brasileiro Luis Bonfá tem uma conquista de fazer inveja a muitos: foi o único compositor do país a ter uma de suas músicas gravadas por Elvis. Trata-se de “Almost in Love”. A música entrou em um filme e foi lado b do compacto A Little Less Conversation, que anos mais tarde foi remixada pelo DJ Junkie XL.
 
O Rei de volta às paradas

O remix do DJ Junkie XL colocou Elvis de volta às paradas musicais em 2002, quando a nova versão foi lançada.
 
Elvis, que estivera pela última vez no topo das paradas britânicas em 1977, voltou a ser número 1 no Reino Unido graças ao remix, 25 anos depois de sua morte.
 
O DJ foi o único a receber uma autorização oficial para fazer uma nova versão de uma música do Rei do Rock. "Little Less Conversation" ainda foi tema da campanha de uma marca esportiva, e uma versão inédita foi usada na trilha sonora de Onze Homens e um Segredo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

back to top